domingo, 4 de janeiro de 2009

Reflexão pós-Brokeback Mountain dublado


Não fazer o que está premeditado pelo destino (se assim posso dizer) pode ter graves consequências. Não mais ter chances de fazer, o tempo que foi vivido, mas não inspirado, expirado, suspirado.
Um desejo para o futuro? Ninguém deseja o fracasso. O insucesso profissional, o que é diante o insucesso de vida? Torna-se tão banal temer a escolha de um curso de graduação. É quase ridículo chorar a descoberta de que alguns anos foram gastos com um curso que não era exatamente o desejado. Não me vejo fazendo isso daqui a dez anos. Uma grande ideia relaxar e pensar "tudo bem, não faço ideia de que roupa vestirei daqui a dez anos".
Mas um insucesso de vida...
Dizer o que se deseja, sem medo da certeza de que é obviamente patético. Se-dafo. Flor-de-seda. Foda-se.
Tudo pode resultar em tantas todas as coisas, atingir tantos picos e fundos de grutas que... um "se"... um "se" é uma faca. Principalmente quando posto no que vê os olhos de... ?
Um "se"... um "se" é uma faca afiada, esperando a oportunidade para abandonar as aspas.

Um comentário:

Adriano disse...

Quase não consigui assistir após ouvir a voz que colocaram no cowboy moreno...uma lastima!